CIRURGIA ÍNTIMA

Desc da IMG
NINFOPLASTIA - REDUÇÃO DOS PEQUENOS LÁBIOS VAGINAIS
A cirurgia para a redução dos pequenos lábios vaginais é conhecida como Ninfoplastia. Indicada para as pacientes que apresentam hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, ou seja, aumento do seu tamanho. Ao contrário do que muitas mulheres pensam, é muito comum pacientes que apresentam os pequenos lábios vaginais aumentados de tamanho, levando a problemas da sexualidade influenciando em seus relacionamentos íntimos.

A cirurgia visa à redução dos pequenos lábios, tornando-os de tamanho mais adequado a compor esteticamente a vulva, porém sem reduzi-los de forma exagerada. Os pequenos lábios vaginais têm a importante função de proteger a entrada da vagina, prevenindo a instalação de infecções, e também, ajudar na lubrificação local. A redução exagerada desta estrutura poderá acarretar ressecamento da vulva e da entrada da vagina, causando irritações principalmente depois da menopausa, época em que a lubrificação vaginal fica menos abundante.

Indicação para a Cirurgia Íntima:
Como o próprio nome descreve, deve haver o desejo da paciente em melhorar a estética de seu órgão sexual com a finalidade de melhorar sua autoestima e qualidade de vida. O aumento dos pequenos lábios vaginais pode levar a situações de desconforto ou constrangimentos que podem ser solucionados após a cirurgia.
DESC da IMG
Qual a modalidade anestésica para a Ninfoplastia?
A Ninfoplastia é realizada com anestesia local com sedação.

Qual é o tempo de cirurgia e o tempo de internação?
A cirurgia demora cerca de 40 minutos. A alta é no mesmo dia em até 6 horas do término da cirurgia.

Pós-operatório:
O pós-operatório da redução dos pequenos lábios vaginais não costuma ser doloroso, sendo prescritos apenas analgésicos comuns para tratar de pequenos desconfortos. É permitida e recomendada a higiene íntima com produtos específicos desde o primeiro dia da cirurgia. Há instalação de um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 14 a 21 dias. Equimoses (roxidão) no local podem aparecer, as quais, regridem em torno do mesmo período. A volta ao trabalho poderá ser depois de 3 dias da cirurgia. Indica-se evitar esforços e atividades físicas por 4 semanas. As relações sexuais deverão ser evitadas por no mínimo 45 dias. Não há necessidade de retirar pontos, visto que a sutura é realizada com pontos absorvíveis. A sensibilidade dos pequenos lábios vaginais pode ser alterada transitoriamente, e costuma retornar totalmente. A sensibilidade do clitóris não é afetada, pois não há manipulação desta estrutura.

Como ficam as cicatrizes?
Toda cirurgia em que é realizada uma ressecção, ou seja, redução de alguma estrutura, deixa cicatriz. Porém, a cicatriz nos pequenos lábios vaginais fica praticamente imperceptível, devido ao posicionamento das cicatrizes e pela excelente cicatrização de zonas transição cutâneo-mucosa.

Existe algum risco em caso de gestação ou parto futuro?
A Ninfoplastia não altera em nada uma possível gravidez ou parto.

Quais as possíveis complicações?
Apesar de muito raras, podem ocorrer: hematoma, deiscência (abertura de pontos) e sangramento.

Resultado definitivo:
Como qualquer Cirurgia Plástica, o resultado definitivo ocorre depois de 6 meses, tempo para o amadurecimento da cicatriz. Porém 80 a 90% do resultado já é alcançado depois de 6 semanas após a cirurgia.

REDUÇÃO DO MONTE DE VÊNUS
O monte de Vênus é a denominação dada para a região acima do púbis. É a região com pelos que fica acima dos órgãos genitais. Recebe esta denominação em homenagem à Deusa do amor e da beleza, Vênus. Há pacientes em que o monte de Vênus é muito proeminente, conferindo um aspecto abaulado acima dos genitais, muitas vezes, visível até sobre a calça, podendo causar desconforto e constrangimento.

A cirurgia para a redução do monte de Vênus é a Lipoaspiração, indicada para pacientes que apresentam aumento ou excessiva projeção desta região, com consequente desagrado estético. Tem como objetivo a redução do volume do monte de Vênus, conferindo um aspecto menos proeminente.

Indicação da Cirurgia:
Aumento do volume ou projeção do Monte de Vênus, acarretando desconforto ou constrangimento. Pode ser realizada através de lipoaspiração ou ressecção de pele, dependendo da existência apenas de gordura localizada ou excesso e flacidez de pele.

Anestesia:
A cirurgia é geralmente realizada com anestesia local e sedação. A anestesia peridural pode ser escolhida em casos especiais ou em associação a outras cirurgias. A cirurgia demora cerca de 40 minutos.

Tempo de internação:
A alta é no mesmo dia, em até 6 horas do término da cirurgia.

Pós-operatório:
O pós-operatório da redução do Monte de Vênus não costuma ser doloroso, sendo prescritos apenas analgésicos comuns. Há um edema (inchaço) moderado da região, que costuma regredir em torno de 30 a 60 dias. Pode aparecer equimose (roxidão) local, a qual regride também em torno de 21 dias. A equimose (roxidão) e o edema (inchaço) podem descer até os grandes lábios vaginais por ação da gravidade.

A volta ao trabalho poderá ser depois de 3 dias da cirurgia, evitando esforços físicos por 30 dias. As relações sexuais deverão ser evitadas pelo período de 4 a 6 semanas.

A sensibilidade do monte de Vênus pode ser alterada transitoriamente, mas a sensibilidade dos genitais não é afetada (sensibilidade sexual), pois não há manipulação destas estruturas, exceto quando associado a Ninfoplastia.

Complicações:
Apesar de muito raras, podem ocorrer: hematoma, deiscência (abertura de pontos), irregularidades.

Resultado definitivo:
Como qualquer Cirurgia Plástica, o resultado definitivo ocorre depois de 3 a 6 meses, tempo para a diminuição das fibroses. Porém 80% do resultado já é visualizado após 4 semanas da cirurgia, período em que o edema regride substancialmente.

RECOMENDAÇÕES ÚTEIS PARA SUA CIRURGIA:
Desc da IMG

SUSPENDER O USO DE ASPIRINA® OU PRODUTOS QUE CONTENHA AAS-ACIDO ACETIL SALICÍLICO- DESCONGESTIONANTES, ANTI-GRIPAIS, IBUPROFENO POR DUAS SEMANAS ANTES E DEPOIS DE SEU PROCEDIMENTO. Esses medicamentos alteram a viscosidade do sangue podendo levar a transtornos da coagulação sanguínea aumentando o risco de hemorragias de difícil controle, hematomas e grandes equimoses. Em caso de dor ou febre nesse período por favor comunique o Cirurgião e recomenda-se utilizar medicamentos que contenham Dipirona ou Acetaminofeno como NovalginaI® e/ou Tylenol®.

EVITE FUMAR pelo menos por duas semanas antes da sua cirurgia. O Fumo promove o colapso dos vasos capilares da micro circulação e prejudica o processo de Cicatrização.

EVITE O USO DE ÁLCOOL pelo menos 10 a 14 dias antes e depois da cirurgia. O Álcool sobrecarrega o sistema Hepático, sistema responsável pela metabolização de quase todas as drogas utilizadas na sua anestesia.

DIMINUA A SUA INGESTA DE SAL no pós-operatório, limite ao máximo de 2g/dia. Isso irá ajudar a diminuir o edema após sua cirurgia.

BEBA MUITA ÁGUA, isso irá ajudar na eliminação das toxinas do processo inflamatório.

SUSPENDA O USO DE VITAMINAS, FITOTERÁPICOS E OS SUPLEMENTOS ALIMENTARES, por pelo menos 2 semanas antes da sua cirurgia. Essas substâncias podem alterar os resultados de exames importantes na sua avaliação pré-Operatória ou levar a alterações da coagulação sanguínea.

SIGA EXTRITAMENTE AS ORIENTAÇÕES PRESCRITAS PELO SEU CIRURGIÃO ANTES E DEPOIS DA SUA CIRURGIA, ISSO VAI PERMITIR QUE VOCÊ TENHA UMA EVOLUÇÃO FAVORÁVEL. TENHA SEMPRE UM ACOMPANHANTE MAIOR DE IDADE E CAPAZ, QUE VOCÊ POSSA CONTAR PARA LHE ASSISTIR EM SUAS NECESSIDADES NOS PRIMEIROS DIAS APÓS SUA CIRURGIA.

www.cfm.org.br

Links úteis:
www.cirurgiaplastica.org.br