ANESTESIA E CIRURGIA

Desc da IMG
ANESTESIA E CIRURGIA
É sem dúvida um dos assuntos mais abordados durante a consulta inicial e a preparação para a cirurgia. Existem muitas dúvidas e muitas fantasias sobre esta Especialidade da Medicina que tanto vem se desenvolvendo nos últimos 50 anos, por isso listamos algumas das dúvidas mais frequentes a fim de lhe prestar uma melhor orientação.

O que é Anestesia?
Anestesia, por definição, é o estado de total ausência de dor durante uma operação, um exame diagnóstico, um curativo etc. Ela pode ser GERAL, isto é, para o corpo todo; ou PARCIAL, também chamada LOCO-REGIONAL, quando apenas uma região, ou segmento do corpo é anestesiada. Sob o efeito de uma anestesia geral, você ficará dormindo e não interage com o ambiente cirúrgico, o que é desejado na maioria das vezes pelos pacientes; já numa anestesia regional você poderá ficar dormindo ou acordado, conforme a conveniência do caso. Em ambas as situações, o ANESTESISTA irá manter e monitorar as funções de seus órgãos vitais, através de equipamentos ultra modernos, durante o tempo que se fizer necessário, e através de medicamentos específicos promovendo a anestesia de modo que a sua cirurgia possa ser realizada com segurança e conforto.

Quem aplica a Anestesia?
A ANESTESIA GERAL OU REGIONAL é aplicada por MÉDICOS ESPECIALISTAS que possuem gabarito e habilitação para um seguro transcurso de sua cirurgia. Contamos com uma equipe extremamente qualificada de Anestesistas. Nossos Anestesistas são todos Membros da Sociedade Brasileira de Anestesiologia são portadores de reconhecida experiência e capacitação profissional. Estes médicos não só aplicam a anestesia, como também cuidam de você (do seu coração, dos pulmões, dos rins etc.) e das condições do ambiente na sala de cirurgia (temperatura da sala de cirurgia, posições e vícios de posturas e etc.) durante toda a operação até que você desperte completamente. Além disso, você só voltará para o quarto quando houver certeza absoluta de que você já recobriu os reflexos necessários para sua segurança.

O seu Anestesiologista estará ao seu lado durante todo o tempo da cirurgia, exclusivamente para cuidar de sua segurança e conforto, mesmo que você não perceba ou não se recorde depois de terminada a anestesia.

O que faz o Anestesista?
É o Médico Anestesiologista ou Anestesista quem controla todas as funções do seu organismo e o mantém funcionando equilibrado, controlando sua Pressão Arterial, Pulso, Ritmo Cardíaco, Respiração, Temperatura Corporal e outras funções orgânicas importantíssimas para o sucesso da cirurgia. Assim, o Médico Anestesiologista é o verdadeiro guardião da sua integridade durante e logo após o seu procedimento cirúrgico sob anestesia. O profissional Anestesista é peça fundamental da equipe cirúrgica e deve estar perfeitamente integrado de maneira a conhecer o que foi planejado para a sua cirurgia, bem como manter uma relação de confiança mútua em perfeita sintonia com os demais membros da equipe.

Desc da IMG
Quanto tempo dura uma anestesia?
A Anestesia Geral ou Regional dura o tempo necessário para que seja realizada a operação, oferecendo ainda abolição da dor por tempo variável após o procedimento, na dependência do anestésico empregado. Atualmente o Anestesiologista dispõe de conhecimentos para abolir ou minimizar a sua dor no pós-operatório para lhe proporcionar maior conforto.

Que tipos de anestésicos são usados?
Existem diversos tipos de anestésicos gerais e locais. Todos proporcionam anestesias adequadas. A escolha do anestésico varia com o tipo de cirurgia, sua duração prevista e as condições físicas e emocionais do paciente. No caso de uma Anestesia Regional, você receberá uma injeção em alguma parte do corpo e, além disso, uma veia será puncionada previamente para administrar soro e outros medicamentos. No caso de Anestesia Geral - que fará você dormir - um anestésico será injetado junto com o soro na veia ou você respirará um gás através de uma máscara, o que também produzirá sono profundo. Em qualquer tipo de Anestesia, você terá sempre um soro ligado numa veia. Depois de conhecer você, seus exames pré-operatórios e a cirurgia proposta, o Anestesiologista usando seus conhecimentos, escolherá o melhor anestésico para o seu caso em particular.

Quem esclarece você sobre a Anestesia?
Você deve conversar sobre a Anestesia com o Médico que vem lhe tratando. Porém, somente durante a VISITA DO ANESTESIOLOGISTA é que todos os esclarecimentos poderão ser detalhados, chegando a uma decisão final sobre a melhor anestesia para o SEU CASO. Você deve tomar cuidado com informações recebidas de leigos ou pessoas não especializadas, pois muita fantasia e desinformação existem sobre a anestesia. QUEM DECIDE QUAL A MODALIDADE ANESTÉSICA QUE MELHOR SE ENQUADRA PARA SEU CASO É O ANESTESISTA.

O que é a consulta pré-anestésica?
É uma consulta médica semelhante à consulta que você realizou com o médico que vai operá-lo(a), porém, é voltada para aspectos importantes do ponto de vista anestésico. Por exemplo: Se você tem algum tipo de alergia, se utiliza algum medicamento que pode interferir com a anestesia, se você possui alguma patologia para que a técnica anestésica mais apropriada seja determinada, assim como a verificação de exames, ausculta cardíaca e pulmonar, explicação sobre o que você vai sentir e passar, prescrição de medicação pré-anestésica, etc.
Desc da IMG
O que acontece antes da operação?
Antes da operação, são solicitados uma série de exames de laboratório ou de Imagem com a finalidade de se avaliar os diversos órgãos ou sistemas que estão envolvidos com o procedimento cirúrgico ou que possam estar relacionados com a sua anestesia. Neste preparativo, você será orientado quanto a cuidados especiais; suspensão ou uso de medicamentos específicos. Será encaminhado a um CARDIOLOGISTA ou CLÍNICO para verificar se você está apto(a) ou não à Cirurgia proposta através de um laudo chamado RISCO CIRÚRGICO, que deve ser levado para a sua internação, juntamente com todos os exames solicitados pelo seu cirurgião . No dia da sua cirurgia, logo após sua internação, receberá a visita do médico Anestesiologista que conversará, fará perguntas, realizará exames. É fundamental que você responda a todas as perguntas e relate tudo que considerar importante para informação do Anestesiologista. Cerca de uma hora antes da operação, você receberá algum comprimido ou uma injeção de sedativo, para tornar mais confortável para você o transporte e sua chegada à sala de operações.

Como você pode colaborar com o Anestesista?
Siga estritamente o que lhe foi recomendado quanto ao jejum pré-operatório. Diga ao Anestesiologista os nomes de todos os remédios que você toma ou tomou regularmente, em especial, enumere aqueles a que você tem ALERGIA. Você deve notificar ao Anestesista quanto a quaisquer trabalhos dentários como dentaduras, pivôs, pontes, especialmente os de menor tamanho. Evite o uso exagerado de cosméticos ou produtos de beleza no dia da operação, deixe-os em sua casa. Não leve para o hospital e muito menos para a sala de operações: jóias pessoais como anéis, pulseiras, relógios de pulso, brincos, também retire alfinetes, grampos de cabelo, perucas, cílios postiços e outros objetos desnecessários. Não mastigue chicletes ou goma de mascar antes da cirurgia, porque isto provoca aumento de ar e de sucos no estômago, possibilitando maior incidência de vômitos durante e após a anestesia. Não deixe de tomar os medicamentos que faz uso regularmente, a não ser por orientação expressa do seu médico assistente ou do médico Anestesista. De maneira alguma omita quaisquer sintomas de resfriado, tosse, ardência para urinar, sangramentos espontâneos, secreções ou dor de garganta. Lembre-se que sua Cirurgia Plástica é um procedimento eletivo, programado, e como tal deve ser conduzido em condições ideais de segurança.

O que é a Recuperação Pós-anestésica?
Quando termina a cirurgia, o Anestesiologista suspende os anestésicos e inicia o processo da recuperação da consciência ou regressão da Anestesia. Isto pode demorar alguns minutos ou algumas horas, dependendo da duração e do tipo da anestesia aplicada. Durante este tempo de recuperação, você estará sob cuidados do seu Anestesista para evitar complicações e problemas pós-anestésicos. Você irá permanecer na sala de cirurgia, monitorizado(a), até sua recuperação. Somente quando você estiver completamente desperto ou recuperado é que o Anestesiologista dará autorização para que você seja levado ao seu quarto ou acomodação.

Como você vai se sentir após a Anestesia?
O que vai sentir após a anestesia depende muito da operação, do tipo de anestesia, de suas condições físicas, dos remédios que você está tomando ou tomou, enfim, de múltiplos fatores. Graças às técnicas de Anestesia modernas, apenas um número muito pequeno de pacientes chega a sentir-se mal. O que deverá ser ressaltado é que você, provavelmente, não sentirá nada nem se lembrará de nada. O seu Anestesiologista lançará mão de todos os recursos disponíveis para que, dentro do possível, seu conforto seja assegurado.
Desc da IMG
Qual o risco de uma Anestesia?
São muito raros atualmente, os acidentes ou complicações de uma anestesia. Com medicamentos, instrumental e técnicas modernas, o Anestesiologista reduz ao máximo os riscos de acidentes anestésicos, mas é claro, que eles nunca chegam a zero, uma vez que há fatores de risco, algumas vezes imponderáveis, ligados não só à anestesia como à própria operação, às condições hospitalares e etc. De qualquer maneira o Anestesiologista, além do conhecimento e da especialização médica, emprega toda a sua perícia e experiência clínica para o sucesso completo da operação a que você está se submetendo. Para a maior segurança dos pacientes, os hospitais modernos contam com equipes e equipamentos próprios para emergências e cuidados críticos, o que reduz ainda mais os riscos de acidentes graves incontornáveis. O ambiente cirúrgico que lhe oferecemos é de altíssimo nível, com todas as condições e critérios de segurança, respeitando as regulamentações dos órgãos fiscalizadores.

Por que a maioria das pessoas tem medo de Anestesia?
Há muitos mitos e inverdades explanados no meio leigo quanto à anestesia. Muitas informações que são divulgadas não são fidedignas ou tratadas com a seriedade que merecem. O fato é que a falta de informação qualificada é a maior responsável pelo medo da maioria das pessoas. Podemos traçar um paralelo com a utilização do transporte aéreo. Tal como os vôos são realizados aos milhares e sem acidentes, também diariamente milhares de anestesias são aplicadas em todo o mundo, com total segurança. Entretanto, acidentes ou incidentes aéreos e anestésicos geram uma enorme repercussão e muitas vezes sem análise crítica sobre os fatos.

O que podemos afirmar é que hoje, com o arsenal de equipamentos e medicações de novíssima geração, é muito seguro ser submetido a uma anestesia conduzida por um profissional gabaritado. É por isso, que você deve exigir somente um Anestesiologista experiente e qualificado para a sua anestesia.

Como evitar o medo da Anestesia?
O Anestesiologista é o seu “ANJO DA GUARDA” durante a sua cirurgia. Confie nele e na equipe que vai cuidar de você. Lembre-se de que milhares de pessoas confiam suas vidas aos pilotos e comandantes de aeronaves em viagens aéreas por todo o mundo, e da mesma maneira, outras tantas milhares confiam nas equipes cirúrgicas que cuidam delas nas salas de operações. A sua confiança é a melhor recompensa para o Anestesiologista.

Desc da IMG
Quanto custa uma anestesia?
Se você é um paciente de clínica particular, a anestesia custará um determinado preço, que lhe foi apresentado juntamente com o restante do orçamento. Consideramos que o valor é poder contar com profissionais qualificados e da sua segurança e bem estar que são inestimáveis. Portanto, reconhecemos que os serviços prestados pelo Anestesista devam ser bem remunerados. Se você possui algum convênio, plano de saúde, que lhe permita livre escolha ou houver a conjugação de um procedimento não estético, previamente solicitado pelo cirurgião e liberado pelo convênio, você deverá certificar-se junto ao mesmo quais as condições em relação aos honorários da anestesia, para fins de reembolso, somente da parte referente ao procedimento da cirurgia reparadora. Lembramos que os procedimentos de cunho estético não têm cobertura pelos convênios e planos de saúde, não sendo possível o reembolso dos honorários do Anestesista. Há ainda, situações em que você mesmo sendo internado pelo convênio, os honorários de anestesia serão cobrados em caráter particular. Exemplos: Convênios que direcionam serviços a médicos credenciados, procedimentos cirúrgicos não autorizados, internações em acomodações de luxo ou quando você for atendido por uma equipe cirúrgica particular. Em situações de reoperações, tardias, devido à complicações ou em casos de aperfeiçoamento de seus resultados cirúrgicos os honorários do Anestesista serão 50% do valor da tabela. Em caso de dúvidas, consulte o seu cirurgião ou a assessora responsável pelo seu orçamento.


RECOMENDAÇÕES ÚTEIS PARA SUA CIRURGIA:
Desc da IMG

SUSPENDER O USO DE ASPIRINA® OU PRODUTOS QUE CONTENHA AAS-ACIDO ACETIL SALICÍLICO- DESCONGESTIONANTES, ANTI-GRIPAIS, IBUPROFENO POR DUAS SEMANAS ANTES E DEPOIS DE SEU PROCEDIMENTO. Esses medicamentos alteram a viscosidade do sangue podendo levar a transtornos da coagulação sanguínea aumentando o risco de hemorragias de difícil controle, hematomas e grandes equimoses. Em caso de dor ou febre nesse período por favor comunique o Cirurgião e recomenda-se utilizar medicamentos que contenham Dipirona ou Acetaminofeno como NovalginaI® e/ou Tylenol®.

EVITE FUMAR pelo menos por duas semanas antes da sua cirurgia. O Fumo promove o colapso dos vasos capilares da micro circulação e prejudica o processo de Cicatrização.

EVITE O USO DE ÁLCOOL pelo menos 10 a 14 dias antes e depois da cirurgia. O Álcool sobrecarrega o sistema Hepático, sistema responsável pela metabolização de quase todas as drogas utilizadas na sua anestesia.

DIMINUA A SUA INGESTA DE SAL no pós-operatório, limite ao máximo de 2g/dia. Isso irá ajudar a diminuir o edema após sua cirurgia.

BEBA MUITA ÁGUA, isso irá ajudar na eliminação das toxinas do processo inflamatório.

SUSPENDA O USO DE VITAMINAS, FITOTERÁPICOS E OS SUPLEMENTOS ALIMENTARES, por pelo menos 2 semanas antes da sua cirurgia. Essas substâncias podem alterar os resultados de exames importantes na sua avaliação pré-Operatória ou levar a alterações da coagulação sanguínea.

SIGA EXTRITAMENTE AS ORIENTAÇÕES PRESCRITAS PELO SEU CIRURGIÃO ANTES E DEPOIS DA SUA CIRURGIA, ISSO VAI PERMITIR QUE VOCÊ TENHA UMA EVOLUÇÃO FAVORÁVEL. TENHA SEMPRE UM ACOMPANHANTE MAIOR DE IDADE E CAPAZ, QUE VOCÊ POSSA CONTAR PARA LHE ASSISTIR EM SUAS NECESSIDADES NOS PRIMEIROS DIAS APÓS SUA CIRURGIA.

www.cfm.org.br

Links úteis:
www.cirurgiaplastica.org.br