Abdominoplastia

O que é ABDOMINOPLASTIA?
A ABDOMINOPLASTIA é a cirurgia dedicada a tratar alterações estéticas da região abdominal. A motivação para essa cirurgia pode ser meramente estética ou pode haver um componente funcional, para correção de hérnias, cicatrizes, acúmulos de gordura ou pele na região abdominal. Usualmente é indicada para pacientes que já tiveram experiências com a maternidade.


Posso ser candidato a ABDOMINOPLASTIA?
Se você goza de boa saúde, está insatisfeita (o) com o contorno do seu abdome, notando excesso de pele e ou gordura na região, sim, pode ser candidato a uma ABDOMINOPLASTIA.

A ABDOMINOPLASTIA visa restaurar ou aprimorar o contorno da região abdominal anterior.

Usualmente pacientes femininas que já passaram por gestações e não desejam mais engravidar são as candidatas mais comuns, não obstante, os pacientes do sexo masculino correspondam a mais ou menos 30% da demanda por esta cirurgia principalmente em casos de perda ponderal significativa. A gestação conduz a uma série de alterações da parede abdominal anterior que não se restabelecem após o período gestacional. Pode haver um excesso de pele residual que se traduz por dobras e pregas cutâneas supra e infra umbilicais, há um apagamento do contorno da cintura pelo afastamento da musculatura e também um acumulo difuso ou mais localizado de gordura nessa região. A ABDOMINOPLASTIA é portanto o procedimento que trata de uma maneira completa e abrangente a região abdominal anterior.

Caso apresente alguma ou mais de uma das condições listadas abaixo você poderá ser um candidato a ABDOMINOPLASTIA:

- Você apresenta excesso de pele ao redor da cicatriz umbilical?
- Você apresenta acúmulo de gordura na região anterior do abdome?
- Após sua(s) gestações, você está descontente com o perfil do seu abdome?
- Você apresenta alguma cicatriz inestética na região inferior do seu abdome?
- Você notou um excesso de pele na região abdominal após uma perda de peso significativa?
- Você apresenta assaduras de repetição na região da dobra inferior de pele do seu abdome?
- Você apresenta abaulamentos que surgiram após a realização de cirurgias abdominais?

Qual deverá ser o tamanho da cicatriz resultante da sua Cirurgia?
Inevitavelmente haverá uma cicatriz resultante da sua cirurgia. Serão lançados todos os recursos técnicos atuais para promover uma adequada cicatrização e que esta seja o menos perceptível possível. No entanto, o tamanho da cicatriz não depende da sua vontade, nem do cirurgião que irá analisar a soma das alterações da quantidade e qualidade de sua pele, a presença e distribuição de gordura da região e o afastamento ou não da musculatura da parede abdominal para determinar juntamente com seus objetivos a modalidade de tratamento que melhor se aplica ao seu caso. Não deixe de expor ao cirurgião suas preferências quanto a roupas de banho, como biquíni, para que se possa planejar um adequado posicionamento das cicatrizes.
ABDOMINOPLASTIA ABDOMINOPLASTIA

Como ficará meu UMBIGO?
Dependendo das alterações que você apresentar e da técnica escolhida pelo cirurgião, seu umbigo poderá ser reconstruído ou reposicionado. Se você apresentar excesso de pele acima do umbigo será indicada uma ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA e seu umbigo será reconstruído, as cicatrizes serão postadas de maneira a assumirem um aspecto muito natural. Caso você não apresente tal excesso e for escolhida uma técnica de LIPO MINIABDOMINOPLASTIA, seu umbigo será reposicionado sem cicatrizes externas, mas isso em casos selecionados. De qualquer modo, atualmente as técnicas escolhidas permitem resultados muito naturais.

Qual é a modalidade anestésica para ABDOMINOPLASTIA?
Usualmente, a ABDOMINOPLASTIA é realizada através de ANESTESIA GERAL, embora também, possa ser realizada sob BLOQUEIO PERIDURAL e SEDAÇÃO. O procedimento sob anestesia GERAL permite um maior conforto e segurança para o paciente, além de permitir um eficaz tratamento da musculatura abdominal, uma vez que promove um relaxamento muscular adequado ao procedimento. Através desta modalidade anestésica, você é acompanhado(a) por um Médico Especialista durante toda a sua cirurgia, o qual irá monitorar e regular sua função respiratória, pressão arterial e ritmo cardíaco, a concentração de oxigênio e gás carbônico do seu sangue, bem como, administrar as medicações necessárias para uma anestesia segura e confortável para você. Atualmente, dispomos de medicações extremamente seguras e com um índice praticamente nulo de efeitos indesejáveis.

Sua consulta Inicial:
É muito importante que você exponha todas as suas impressões e queixas para o seu Cirurgião, ao mesmo tempo que entenda todas as possibilidades, riscos e limitações do procedimento cirúrgico. Isso será minuciosamente explorado através de uma anamnese criteriosa onde serão questionadas suas queixas, expectativas, histórico de doenças e uso de medicamentos.

A primeira entrevista ajuda a delimitar as suas reais expectativas estéticas, identifica fatores de risco que possam interagir com a cirurgia, tais como o uso de medicações que alterem a coagulação sanguínea ou alterem o comportamento dos anestésicos durante a cirurgia, como antidepressivos, ansiolíticos, antialérgicos, incluindo sprays nasais, anti inflamatórios entre outras patologias como hipertensão arterial, diabetes, doenças da tireóide, doenças pulmonares, cardíacas ou distúrbios sanguíneos.

Você será examinado (a) a fim de verificar alterações morfológicas superficiais e profundas da parede Abdominal. Serão solicitados exames para avaliar os sistemas orgânicos envolvidos com a cirurgia e a anestesia, bem como exames de imagem capazes de identificar patologias abdominais, pélvico-ginecológicas e urinárias que possam se manifestar no período pós-operatório de maneira indesejada. Você será encaminhado(a) para fotografias pré-operatórias que irão fazer parte do arsenal investigativo e estudo de caso do seu prontuário médico.

Questione exaustivamente tudo que for do seu interesse com relação à cirurgia, é muito provável que surjam dúvidas mesmo após a primeira consulta. Caso isso ocorra, anote-as e volte a pedir orientações nas consultas subsequentes.

Preparo para sua Cirurgia:
Uma vez seus exames analisados, risco cirúrgico avaliado, suas fotos pré –operatórias já em seu prontuário, a data da sua cirurgia poderá ser marcada. Serão marcadas pelo menos duas consultas prévias a cirurgia, uma com duas semanas e outra com uma semana de antecedência para dirimir dúvidas e algumas recomendações adicionais.

Será necessário a compra de cintas próprias para o período pós-operatório, que serão mantidas por 30 dias. É recomendável que pacientes fumantes interrompam o uso de cigarros e assemelhados por pelo menos duas semanas antes do procedimento. Aspirina ou medicamentos que contenham AAS, anti-inflamatórios, anti reumáticos, aceleradores de metabolismo como anfetaminas, fórmulas para emagrecimento, Vit. E, entre outros devem ter seu uso descontinuado pelo período de duas semanas anteriores a cirurgia. Caso surjam dúvidas ou necessidades do uso desses ou de novos medicamentos antes do procedimento, seu cirurgião deve ser imediatamente notificado. Tais medidas são fundamentais para resguardá-lo (a) de riscos desnecessários. É fundamental que você compareça no dia da sua cirurgia com um acompanhante responsável, lembrando que é fundamental respeitar as orientações quanto ao jejum pré-operatório. Você necessitará de auxílio doméstico e para deslocamento pelo período de uma semana. É recomendável repouso a fim de boa recuperação.

Dia da Cirurgia:
Ao chegar à casa de saúde, na hora recomendada, você irá se apresentar ao setor de internação e logo encaminhado(a) a acomodação de sua escolha, o que foi previamente combinado. Você será visitado(a) pelo Cirurgião para as últimas avaliações, momento em que você poderá fazer os últimos questionamentos antes da cirurgia e após o Anestesista irá fazer a visita pré-anestésica onde irá lhe medicar com sedativos para que chegue com conforto e segurança ao centro cirúrgico.

Sua Cirurgia:
Após uma criteriosa avaliação e planejamento irá se realizar o procedimento cirúrgico a fim de tratar as eventuais deformidades e/ou alterações estruturais presentes tendo em vista alcançar o melhor resultado possível. O procedimento cirúrgico dura em torno de 3 horas, entretanto, você poderá retornar ao seu quarto em um tempo superior devido ao tempo de recuperação anestésica. Lembre-se que em caso de associações com outras cirurgias esse tempo pode se estender. Você irá retornar ao seu quarto consciente, capaz de responder a estímulos adequadamente, embora possa experimentar ligeira sonolência, será recebido pelo pessoal de enfermagem sob a supervisão do Médico Anestesista.

Após sua Cirurgia:
Já no quarto você inicia, sob os cuidados de sua enfermeira acompanhante, o uso de medicações para controle da dor, oxigênio suplementar por mascara por mais 1-2 horas, exercícios respiratórios e massagens nas pernas. A posição no leito é de cabeceira elevada. Caso surjam quaisquer sintomas tipo dor ou náuseas, embora raros, você será imediatamente medicada conforme prescrição. Você poderá portar drenos que serão inicialmente manipulados pela enfermagem e pela equipe cirúrgica.

A ABDOMINOLPLASTIA é o procedimento em que o repouso é fundamental para uma boa recuperação pós-operatória. Raramente pacientes referem dor, caso isso ocorra, você será adequadamente medicada com analgésicos. Caso haja necessidade, serão colocados drenos que serão removidos no dia seguinte ou em 48 horas após a sua cirurgia. Na manhã seguinte, no desjejum, você irá receber uma alimentação leve, fazer uma higiene corporal e oral e aguardar seu cirurgião para visita e posterior alta hospitalar com orientações. Lembre-se que um responsável deverá lhe acompanhar no momento da alta. As visitas de revisão estarão agendadas para 48 horas após a alta, para avaliação e uma semana para troca das fitas sobre as cicatrizes, retirada inicial dos pontos e dos curativos acolchoados.

O que posso sentir e como serão meus primeiros dias após a cirurgia?
O seguimento das orientações e o repouso é fundamental para o sucesso da sua cirurgia. É comum o paciente apresentar um leve desconforto com relação à postura, como dores nas costas devido as restrição no leito. É importante a prática dos exercícios respiratórios e exercícios dos membros inferiores para otimizar sua respiração e a circulação sanguínea dos membros inferiores. Podendo sair do leito para a higiene íntima e as refeições, lembrando os cuidados com relação à postura. Você estará medicado com analgésicos e medicamentos de suporte para lhe proporcionar melhor conforto. Lembre-se que medicamentos que contenham AAS estão terminantemente contra indicados sob risco de sangramentos de difícil controle. A sua alimentação deverá ser leve, evitando alimentos gordurosos e condimentados. Os drenos serão retirados nos primeiros dias a critério da equipe. O uso dos curativos, cintas e modeladores deverão ser mantidas conforme orientação da equipe.

Quando posso reassumir minhas atividades usuais?
As suas atividades serão reassumidas progressivamente à medida que sua evolução se processar de maneira satisfatória. O rigoroso seguimento das orientações, como o repouso, é fundamental para minimizar a ocorrência de complicações. Nos primeiros 7 dias, os curativos serão trocados e manipulados no consultório pela equipe. Alguns pontos serão removidos nesse período, de maneira alternada, todos serão removidos até o término da segunda semana. A drenagem linfática será liberada após as primeiras 72 horas. Naturalmente, à medida que os dias passam, você irá se sentir mais confiante e adaptada e apresentar uma maior autonomia quanto à mobilidade. Cabe lembrar a importância de manter as restrições e posturas recomendadas. A posição para dormir com a cabeceira elevada e com as pernas fletidas será mantida por 30 dias, bem como o uso das cintas e modeladores. A volta ao trabalho poderá dar-se após esse período. Dirigir somente após o período de 45 dias. Atividades físicas poderão ser iniciadas com 60 dias para atividades ergométricas e 90 dias para as que exijam esforço maior como a musculação.

ABDOMINOPLASTIA Resultado de sua cirurgia:
Uma vez que o processo de recuperação cicatricial é um processo gradual e que pode variar entre indivíduos, o resultado definitivo pode ser vislumbrado dentro de alguns meses. Usualmente em duas semanas, você já poderá ter uma boa idéia do seu resultado. O inchaço, entretanto, pode permanecer por até 6 meses. Recomendamos as fotos de registro pós-operatório após 90 dias, podendo ser solicitadas em período maior ou menor em alguns casos.

O objetivo da ABDOMINOPLASTIA é permitir a você um contorno corporal satisfatório, natural, em harmonia com as demais estruturas da sua unidade estética corporal. Usualmente os resultados são estáveis exceto pelas possíveis mudanças associadas ao processo naturalmente do envelhecimento e pode ser otimizado pela adequada adoção de boas praticas e hábitos nutricionais juntamente com atividade física regular.

RECOMENDAÇÕES ÚTEIS PARA SUA CIRURGIA:
Desc da IMG

SUSPENDER O USO DE ASPIRINA® OU PRODUTOS QUE CONTENHA AAS-ACIDO ACETIL SALICÍLICO- DESCONGESTIONANTES, ANTI-GRIPAIS, IBUPROFENO POR DUAS SEMANAS ANTES E DEPOIS DE SEU PROCEDIMENTO. Esses medicamentos alteram a viscosidade do sangue podendo levar a transtornos da coagulação sanguínea aumentando o risco de hemorragias de difícil controle, hematomas e grandes equimoses. Em caso de dor ou febre nesse período por favor comunique o Cirurgião e recomenda-se utilizar medicamentos que contenham Dipirona ou Acetaminofeno como NovalginaI® e/ou Tylenol®.

EVITE FUMAR pelo menos por duas semanas antes da sua cirurgia. O Fumo promove o colapso dos vasos capilares da micro circulação e prejudica o processo de Cicatrização.

EVITE O USO DE ÁLCOOL pelo menos 10 a 14 dias antes e depois da cirurgia. O Álcool sobrecarrega o sistema Hepático, sistema responsável pela metabolização de quase todas as drogas utilizadas na sua anestesia.

DIMINUA A SUA INGESTA DE SAL no pós-operatório, limite ao máximo de 2g/dia. Isso irá ajudar a diminuir o edema após sua cirurgia.

BEBA MUITA ÁGUA, isso irá ajudar na eliminação das toxinas do processo inflamatório.

SUSPENDA O USO DE VITAMINAS, FITOTERÁPICOS E OS SUPLEMENTOS ALIMENTARES, por pelo menos 2 semanas antes da sua cirurgia. Essas substâncias podem alterar os resultados de exames importantes na sua avaliação pré-Operatória ou levar a alterações da coagulação sanguínea.

SIGA EXTRITAMENTE AS ORIENTAÇÕES PRESCRITAS PELO SEU CIRURGIÃO ANTES E DEPOIS DA SUA CIRURGIA, ISSO VAI PERMITIR QUE VOCÊ TENHA UMA EVOLUÇÃO FAVORÁVEL. TENHA SEMPRE UM ACOMPANHANTE MAIOR DE IDADE E CAPAZ, QUE VOCÊ POSSA CONTAR PARA LHE ASSISTIR EM SUAS NECESSIDADES NOS PRIMEIROS DIAS APÓS SUA CIRURGIA.

www.cfm.org.br

Links úteis:
www.cirurgiaplastica.org.br